Cansei do Amor…

 

Cansei de esperar, de acreditar em príncipes encantados, romances, almas gêmeas, cansei!

Quero algo sólido, real, racional, não essa coisa que se chama paixão que cega, sufoca e mata o coração.
Não quero mais ser enganada e não quero esperar ser amada como em um conto de fadas, ou que um relacionamento seja a solução dos meus problemas.

Cansei de amar e não ser amada, de  buscar e ser maltratada, traída, humilhada, amiga… Não, chega, cansei do amor.

Não vou mais deixar os meus sonhos ou a minha vida para viver algo assim,  não acho que valha a pena. Vou viver pra mim e cuidar de mim pois, trabalho, temos todos os dias, o tempo não para, amor não enche barriga e não traz felicidades.

 

07/11/2011 at 01:25 Deixe um comentário

Quando Me Amei de Verdade

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome… Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é…Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de… Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é… Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável… Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama… Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é… Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a… Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é… Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é… Saber viver!!!

Charles Chaplin

18/07/2011 at 20:28 Deixe um comentário

Fatos Históricos desconhecidos da população

Esta lista é de 14 fatos que são, desconhecidos para a maioria de nós.


1.São Simeão Estilita  foi um monge que ganhou fama no século 5 para passar 37 anos em pé sobre uma pequena plataforma no topo de um pilar de altura na Síria.Ele o fez por razões ascética e seu exemplo foi seguido anos mais tarde por outros bem conhecidos santos estilita.

2.Na Primeira Dinastia do Egito antigo, hordas de funcionários e familiares estavam emparedadas com o corpo do rei morto.Os humanos e os animais enterrados com o rei eram esperados para ajudá-lo na outra vida.

3. Em 1927, Otto Rohwedder inventou o pão fatiado. Ele fez a primeira máquina de  fatiar  pão  e ganhou uma patente para o processo. Depois de apenas seis anos da invenção, o pão em fatias foi o mais consumido pelo mundo.

4.Em 1911, pigtails foram proibidas na China, porque eles eram vistos como uma ligação com seu passado feudal.

5.Para poupar o esforço dos barcos à vela a montante, os comerciantes da Mesopotâmia construíram barcos dobrável que partiria a jusante com um burro a bordo.Na outra ponta da viagem que iria vender o quadro e, quando terminou as negociações, eles usariam o burro de voltar para casa.

6. Na Roma antiga o castigo por matar o próprio pai era  ser afogado em um saco junto com uma víbora, um cão e um galo. 

7. Alexandre, o Grande, inventou uma técnica de espionagem usada ainda hoje: ele pedia a seu soldados para que eles escrevesem cartas para casa, que depois de interceptadas, as lia para descobrir quem estava contra ele.

8. Quando o anestésico foi utilizado pela primeira vez em 1847 durante o parto, a mãe ficou tão impressionado e aliviada com a forma como o parto foi sem dor que ela chamou a sua filha de anestesia.

9. A última vez que uma carga de cavalaria foi usado na  Segunda Guerra Mundial. Uma divisão de cavalaria mongol imputadas uma divisão de infantaria alemã – o resultado? Nem um alemão foi morto e 2.000  cavalarianos morreram

10. O layout  utilizado em muitas cidades em todo o mundo não é uma invenção nova – ela apareceu pela primeira vez na cidade de Mohenjo Daro, na Índia, 4.500 anos atrás. As casas ao lado da rua tinha paredes nuas de frente para a rua para impedir a entrada do sol e da poeira dos carros.

11.O primeiro policial foi Alice Stebbins Wells, que se juntou à polícia de Los Angeles em 1910.Porque era o policial (e única) em primeiro lugar, ela desenhou o uniforme policial.Quatro anos depois, a Grã-Bretanha tiveram sua primeira mulher policial.

12.Em 1700, em Paris, as mulheres usavam chapéus com pára-raios anexado quando se aventurar ao ar livre durante o mau tempo. Má ideia .

13.Em volta de 3100-3050 aC, o Egito era governado por seu primeiro Faraó – Rei Menes.Foi dito que ele foi o primeiro governante humano – herdar o trono do deus Hórus.

14.Górgias de Épiro (3 º século aC), um sofista grego, nasceu em caixão de sua mãe morta!Pallbearers ouvi-lo chorar enquanto carregavam o caixão de sua mãe para a sepultura.

Fonte: Caixa de Pandora

16/06/2011 at 15:51 Deixe um comentário

Fernando Pessoa

Hoje seria aniversário de Fernando António Nogueira Pessoa (Lisboa, 13 de Junho de 1888 — Lisboa, 30 de Novembro de 1935), mais conhecido como Fernando Pessoa, foi um poeta e escritor português.

É considerado um dos maiores poetas da Língua Portuguesa, e da Literatura Universal, muitas vezes comparado com Luís de Camões. O crítico literário Harold Bloom considerou a sua obra um “legado da língua portuguesa ao mundo”

Por ter crescido na África do Sul, para onde foi aos seis anos em virtude do casamento de sua mãe, Pessoa aprendeu a língua inglesa. Das quatro obras que publicou em vida, três são na língua inglesa. Fernando Pessoa dedicou-se também a traduções desse idioma.

o longo da vida trabalhou em várias firmas como correspondente comercial. Foi também empresário, editor, crítico literário, ativista político, tradutor, jornalista, inventor, publicitário e publicista, ao mesmo tempo que produzia a sua obra literária. Como poeta, desdobrou-se em múltiplas personalidades conhecidas como heterónimos, objeto da maior parte dos estudos sobre sua vida e sua obra. Centro irradiador da heteronímia, auto-denominou-se um “drama em gente”.

Fernando Pessoa morreu de doença hepática ou, segundo um recente estudo médico, de pancreatite aguda aos 47 anos, na cidade onde nasceu. Sua última frase foi escrita em Inglês, na cama do hospital, em 29 de Novembro de 1935: “I know not what tomorrow will bring” (“Não sei o que o amanhã trará”).

AUTOPSICOGRAFIA

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas da roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama o coração.

Obrigado por nos deixar suas belas palavras.

13/06/2011 at 18:23 Deixe um comentário

As Mentiras do Amor

Em véspera do Dia dos Namorados, retirei algo do site Treta, que simplismente achei magnífico.

Ok! Admito! Não estou em clima de romance, mas tenho certeza que não estou sozinha nesse barco.
Então, vamos dar risadas de algumas situações que já passamos ou vimos passar com aquele “amigo” gente boa…

Fonte: Treta

11/06/2011 at 03:50 Deixe um comentário

Hiatus

Para quem não sabe Hiatus (latim) ou Hiato (português) significa:

s.m. Gramática. Encontro de duas vogais que pode ocorrer de duas maneiras: (1) uma vogal no fim de uma palavra, e a outra no princípio da palavra seguinte, dando um som desagradável e obrigando a abrir excessivamente a boca. Exemplos: A água, Irá a Belo Horizonte;

(2) duas vogais em sílabas diferentes, que guardam sua individualidade fonética. Exemplos: aéreo, país, ruína, Teodoro, caatinga. É uma palavra derivada do latim hiatu, que significa ação de abrir a boca. Em português, como em várias línguas, há uma tendência a evitar o hiato através da ditongação ou da crase.

Anatomia. Vários orifícios ou fendas do corpo humano, como o hiato esofágico, o hiato de Falópio e o hiato de Winslon.

Geologia. Lacuna estratigráfica; abertura, fenda na terra.

Fig. Falha, falta, intervalo, lacuna, interrupção.

 

Portanto coloquei toda essa explicação para que entendam que esse tempo em que eu não consegui escrever merda alguma, era o meu momento Hiatus!

 

10/06/2011 at 10:50 Deixe um comentário

FELIZ NATAL!!

Que não façamos do Natal de Cristo, o mercado da fé.
Que não sejamos tão profanos em nossas comemorações para que não esqueçamos dos cantos de louvor, de dividir as orações, de sermos ouvintes fiéis de todos os humildes, tal como era Cristo, sua família.

Mesa farta não traduz coração feliz, alma encantada.
Que em todas as casas, ricas ou pobres, esteja presente a nossa esperança em Cristo, nosso Salvador. Nosso guia.

A porta aberta da nossa verdadeira morada.
Que ele seja lembrado como o verdadeiro significado de todas as luzes de todas as cidades.
De todos os símbolos do Natal.
De todas as cores de todos os presentes.
De todos encantamentos de todos os presépios.
Que sejamos justos, enfim, para merecermos as bênçãos de todos os céus.


25/12/2010 at 08:14 Deixe um comentário

Posts antigos


fevereiro 2020
S T Q Q S S D
« nov    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829  

Arquivos

Coloque seu e-mail para receber novidades e notificações do Blog.

Junte-se a 1 outro seguidor